segunda-feira, 16 de julho de 2018

Um estrangeiro no comando!

O espanhol Arturo Álvarez é o novo treinador do Benfica. Após uma única temporada sob liderança de José Ricardo, que tinha contrato para mais duas épocas, mas com o qual o clube negociou a rescisão no início do defeso, as águias apostam no técnico que, em 2017/2018, foi eleito treinador revelação da Liga LEB Oro, segundo escalão de competição em Espanha, após levar o CB Prat às meia-finais do play-off, tendo perdido frente ao Mellila (3-2). Na fase regular os catalães haviam acabado em segundo (34 v-25 d). O acordo com o Benfica deverá ser anunciado durante esta semana.

Não deixa de ser uma surpresa esta escolha.
Álvarez, de 41 anos, torna-se assim no primeiro estrangeiro a orientar os encarnados desde a passagem  do americano Tim Shea (1986/87-89), que sucedeu a José Curado e veio a conquistou dois campeonatos e uma Taça de Portugal.
Arturo, que já passou pelo basquetebol português quando ficou à frente do CAB Madeira (2004/2005) e Barreirense (2010/2011), tem um currículo bastante diversificado que vai desde a seleção de escalões de formação e absoluta do Principado das Astúrias, as seleções nacionais masculina e feminina do Uruguai (2010, 2011, 2012) e as formações brasileiras do Palmeiras (2012/2013) e Uberlândia (2014/2015). Antes de rumar para o Prat, esteve no Pozo Sotón BVM2012 da EBA (2015/2016) e Araberri, LEB Oro (2016/2017).


Que nos traga de volta o que nos fugiu sem percebermos como nem porquê! E que esta aposta também se estenda à estratégia de não deixar sair a meio da época jogadores fundamentais achando que o caminho está feito pela metade.

domingo, 15 de julho de 2018

De malas aviadas

Rui Vitória convocou 30 jogadores para o estágio em Inglaterra.

Guarda-redes: Vlachodimos, Svilar e Bruno Varela;
Defesas: Conti, Grimaldo, Lema, Ebuehi, Lisandro, Jardel, Luisão, Yuri Ribeiro, André Almeida e Rúben Dias;
Médios: Cervi, Keaton, Ola John, Fejsa, Salvio, Samaris, Pizzi, Rafa, Alfa Semedo, Krovinovic, Zivkovic, Chiquinho, João Félix e Gedson;
Avançados: Castillo, Ferreyra e Jonas.

Ficaram de fora: André Ferreira, Alex Pinto, Willock, João Amaral e Heriberto.

Seferovic e Carrillo devem apresentar-se nos próximos dias.

Também deste lote as escolhas serão fáceis para chegar aos 28 que ficarão no plantel. Mas contamos ainda ver chegar 1 ou 2 reforços.

sábado, 14 de julho de 2018

Primeira fase completa!

A primeira fase da pré época ficou ontem completa!

E foi muito interessante ver aquele que tem tudo para ser o onze que começará a época!

A não ser que chegue um reforço de peso para a lateral direita, dificilmente o Ebuehi (não teve ainda tempo mas não bastam as trancinhas) tira o lugar ao Almeidinhos. Mas a verdade é que com esta tática, daria muito jeito um lateral estilo Nélson Semedo, que subisse muito bem no corredor sempre que o Pizzi segura e ocupa espaços mais interiores para o lateral poder subir nas costas dele. Foi o que víamos no tempo do Ramires e também na época que o Pizzi ali jogou como médio interior direito (falso ala). Para ver mais!

Na baliza não deu ainda para ver o Odisseas mostrar serviço, pois teve 45 minutos tranquilos. Mas bastou o Varela entrar para sofrer o primeiro golo da pré época, no único remate que fizeram à baliza (mesmo que em posição duvidosa). Será por isso fácil ter noção de que a luta será entre Svilar e o Odisseas.

Na esquerda, o Grimaldo não tem concorrência sequer perto. E com Cervi na frente dele, não só tem um médio ofensivo que apoia de forma soberba os momentos defensivos (impressionante como repetidamente o Cervi é dos jogadores com mais recuperações de bola em vários jogos e ontem até como defesa direito andou a trabalhar e eliminar ataques do Setúbal), como consegue tabelar para aparecer nas proximidades da área.

No centro da defesa, Jardel e Conti estão a mostrar muito bons sinais. E ao reforço só falta aprender a arregaçar os calções como o Ranger Ruben, para começar também a marcar nas bolas paradas ofensivas.

Ver na segunda parte que era o André Almeida quem andava a bater os livres para a área, e depois sobrava o Chiquinho para as bolas paradas...e ainda tivemos o Yuri metido numa paródia de laboratório estudado...enquanto a braçadeira andou pelo braço do Lisandro...explica facilmente como após uma boa primeira parte, nos deixámos empatar.
E o troféu só veio para a Luz porque na melhor oportunidade de golo de toda a partida, o Setúbal desperdiçou o brinde do Alfa, que isolou o adversário...juntando a esse belo momento, zero cortes de bola, 3 faltas por entradas fora de tempo e 1 cartão amarelo. Agora seguramente que terá passado a euforia e poderão tirar a pressão de cima do rapaz para ver se ele começa a concentrar-se e a aprender com o Fejsa e Samaris.

No início dos trabalhos de pré época previ que começasse a aparecer um 4-4-2 em losango, com falsos extremos a atuar mais como médios interiores aproveitando as características e inteligência tática de Cervi na esquerda e Pizzi na direita, abrindo espaço para Krovi (se conseguir voltar em bom nível) ou um box-to-box surpresa! Não veio de fora, veio do Seixal! E que revelação foi Gedson nestes dois primeiros jogos.
A diferença de um meio campo com Gedson, Pizzi e Cervi é gigantesca para com qualquer outra combinação. Pulmão, equilíbrio, construção. Não estaria seguramente nos planos do mister, e terá agora uma valente dor de cabeça, e se Pizzi tem lugar cativo, cair no erro de tirar Gedson ou Cervi do onze será pura parvoíce.
Nas costas bem apoiados pelo Fejsa. Na frente a dupla de Jonas e Ferreyra, com o reforço argentino a mostrar o primeiro golo de ponta-de-lança (e também a mostrar várias vezes a conversar com os colegas procurando melhorar as combinações), e génio a precisar de um golo para serenar aquela cabeça, pois mostra novamente estar a passar por aquela fase de fervura que se pica com adversários, andou ali aos empurrões e entradas duras (não foi expulso porque não calhou).

Numa primeira parte de sentido único, o golo chegou com um forte disparo de Cervi que sobrou para Pizzi fazer o cruzamento para a cabeça do Ferreyra. Belo golo!

O segundo tempo trouxe muitas substituições, havendo nomes que seguramente queimaram as poucas possibilidades que tinham de continuar no grupo.
Começando pelo que mais qualidade tem e é preciso preservar, o Félix foi o que desperdiçou a oportunidade, havendo de lá chegar, e esperemos que não haja nenhuma abécula que o venda por 15M, mas para já continuará a crescer na equipa B, sendo talvez chamado para jogos da Taça ou quando um dos avançados estiver lesionado.
Heriberto será muito provavelmente emprestado ou vendido por 15M. Tem tudo para seguir passos do Cavaleiro e Hélder Costa.
Chiquinho até foi dos que procurou pegar no jogo, e pode seguir viagem com o grupo à espreita de mais uma oportunidade, mas não haverá muito espaço de manobra, concorrendo com o Keaton por uma vaga de reserva no meio campo que salta de uma equipa para a outra.
Ola John tem guia de marcha e será mais um dos habituais difíceis dossiers para resolver.
Seferovic ainda não está vendido.
Samaris não jogou e expecula-se sobre se continua, mas espero que não saia! Chegou ao grupo há poucos dias, e até mudou de número na camisola para a nova época! (por falar nisso, salvo erro há números interessantes por ser entregues...como o 7, 8 e 9...) E é o único que pode para já dar conta do recado se falhar o Fejsa!
Willock também não agarrou a pouca oportunidade que teve, e ontem não foi opção...e terá visto adiada a progressão.

Faltam chegar os extremos puros. Rafa (não jogou ontem por lesão), Salvio, Carrillo e também Zivkovic que é opção para o meio e para a ala.
Concluída a primeira fase da pré época, hora de fazer malas!
Foi um bom teste ao que veremos esta época na primeira Liga...com uma equipa de total inutilidade futebolística, total vocação para partir pernas (nunca vi um jogo de pré época com tanta pancada que deram nas pernas dos nossos jogadores) e evitar meramente que o Benfica vença e se enerve.

Hora de trabalhar! Muito! Não gostei de ver a equipa encostada lá atrás na primeira metade da segunda parte, sem conseguir sair a jogar. Sejam quais forem os nomes na camisola, têm de fazer mais para ter o manto sagrado vestido. Mas é inegável que esta pré época pode ser de algum entusiasmo por vermos um leque de opções no plantel bastante interessante. Resta saber se há unhas para tocar guitarra e quanto antes completar o grupo com os pontos chave que importa retocar!

sexta-feira, 13 de julho de 2018

Foi quem fez por isso!


O primeiro teste da pré época teve no onze quem fez por merecer essa oportunidade.
Quem assistiu ao treino aberto na Luz facilmente deu conta disso.
Praticamente todo o onze tinha comentado nessa manhã que seria a equipa provável a entrar em campo face ao que tinha visto no treino. A única diferença foi a escolha de Rafa em vez de Cervi (que entrou na segunda parte e foi dos que mais mexeu com o jogo sem dúvida alguma).
Dos destaques, Svilar na baliza, já tinha sido quem mais se empenhou no treino e está a tentar lutar pelo lugar que Vlacho tem de justificar.
Conti e Lema tentaram ambos (um em cada parte) não se limitar a destruir jogo, ou jogar para o lado. Se Conti foi mais certinho a defender, já o Lema acertou nos ferros. Conti vai na frente, e ter Jardel ao lado trás vantagens. O capitão da primeira parte fez a diferença com 2 golos de cabeça.
Fejsa nem precisou de se mostrar no jogo. Mas não é por o lugar ser claramente dele que não foi o jogador que mais se destacou no treino. Os colegas fartaram-se de gritar “que era apenas um treino” para ver se ele abrandava o ritmo e deixava passar algumas bolas.
Gedson tem tudo para poder seguir o caminho de Renato Sanches…mas desta vez com cabeça no lugar. Tem o pulmão e visão de box-to-box, sabendo posicionar defensivamente e sair a jogar. Ali tem Krovi e Pizzi como principais concorrentes, mas em meio campo a 3 tem tudo para poder ser muita vez opção e crescer muito, e aproveitar que o Krovi só em Outubro vai aparecer na melhor forma (por falar no croata, também não era preciso exagerar no treino a tremenda ovação de pé que recebeu com dupla volta olímpica ao relvado, já sendo elevado ao patamar de novo Mantorras, mas ok, rápida recuperação, rapaz).
Pizzi vai seguramente fazer melhor época do que o ano passado e já no treino foi o pivot de construção e que apareceu muitas vezes na área. Tem tudo na cabeça, só precisa de que desta vez não haja contratos a voar, milhões a pairar lá longe, e forma física mal preparada. Acredito que vai começar a época em bom plano.
João Félix é o sonho de qualquer Benfiquista ver o novo menino de ouro a brilhar de águia ao peito, conquistar muitos títulos antes de voar muito alto. Precisa de ter um acompanhamento personalizado para estar mentalmente forte e muito trabalho de ginásio para aguentar paulada que vai começar a levar dos velhos. Tens os olhos postos nele. Pode bem aproveitar para ser o segundo avançado da equipa, jogando atrás do ponta-de-lança. Não aproveitou totalmente a primeira oportunidade, mas merece nova chamada, desta vez atrás do Jonas. Viu-se várias vezes a pegar na bola e querer desequilibrar, e quando não corria como pretendia, era o puto quem começava a procurar explicar aos colegas o que pretendia fazer e como queria que se movimentassem para jogar com ele na jogada seguinte.
Castillo está a ganhar terreno ao Ferreyra. O argentino veio com rótulo de craque para ser goleador titular, mas até agora, tanto no treino como no jogo, deixou muito a desejar, mostrando pouca intensidade e pouco acerto, tendo a particularidade de ter jogado ao lado do Jonas na 2ª parte, o que tinha obrigatoriamente de ser uma vantagem, que não aproveitou. Já o chileno, fez golos para todos os gostos no treino e picou o ponto no jogo, marcando o primeiro golo da época deste Benfica em esquema de 4-3-3 como único ponta-de-lança na frente.
Na luta por um lugar na ala, tanto Rafa como Cervi (o argentino com maior destaque no treino) estão a entrar bem na pré época, aproveitando a ausência de Salvio e Zivkovic e sem ainda ter de se preocupar com os mais novitos Willock, Heri,
O Yuri tem as características para poder ser o Almeidinhos da esquerda. Atinado, empenhado, sem brilhantismos. Vai dar para as encomendas sempre que for chamado, mas a uma boa distância do que tem de ser o titularíssimo.
E se o Keaton Parks fez mais do mesmo e sinceramente não é jogador que tenha visto conseguir merecer outros voos, agora quem está na moda é o Alfa Semedo. Só não sei se será uma moda como foi o Felipe Pogba Augusto, ou vai sair dali alguma coisa de jeito. Esguio, afoito, apareceu muitas vezes à entrada da área e com ganas de bola…mas poucos repararam que foi precisamente por andar desposicionado na 2ª parte, que os sérvios finalmente conseguiram criar um pouco mais de perigo e aproveitaram os espaços para chegar à nossa área (valeu André Ferreira na melhor oportunidade de golo que tiveram, mas aí já era Chiquinho quem estava no seu lugar). Ainda não vi nada que parecesse ser melhor ou mesmo ao nível do Pêpe Rodrigues ou Samaris. Sendo uma aposta clara para valorizar, terá seguramente muitas oportunidades para jogar (como teve o Pogba Augusto), mas atenção…que essa fixação e entusiasmo cego não nos custe um arranque de temporada em falso como aconteceu o ano passado por teimosia e que depois seja tarde demais.
Por fim, o mais “inteligente” de todos. Chiquinho. Sabe perfeitamente que não ficará no plantel. Teve a oportunidade de marcar um golo pelo Benfica, com bigodito e tudo, para mais tarde contar aos netos. Não se fez de rogado e pediu para bater um dos penalties. Eu faria o mesmo.
3 a zero com que se chegou ao intervalo, não mais se alterou.
Continuamos a aguardar por um defesa direito de topo para poder estar mais descansados e iniciar a época nas melhores condições.
Hoje decide-se a entrega do Torneio do Sado, frente ao Setúbal, que também venceu os sérvios, por 2-1. É a feijões, mas mesmo assim é pra ganhar , e não venham dizer que 6a feira 13 dá azar!
E depois está na calha o primeiro corte no grupo, juntando-se os internacionais nos seus lugares, para seguir viagem para os compromissos amigáveis lá fora.

PS – Bastou a Juventus ter na agenda um desafio com o Maior de Portugal, para se lembrar do pesadelo que foi terem sido eliminados há uns anos na Liga Europa…e dessa forma serem forçados a ir buscar reforços de peso para poder tentar estar ao nosso nível, apresentando um dos melhores do Mundo (Cancelo)…e o filho da D.Dolores.
:)

quinta-feira, 12 de julho de 2018

Críticas à parte

"Desde que cheguei ao Benfica nada foi fácil. Como jogador do Benfica, fico feliz quando o clube contrata jogadores de qualidade como são os que chegaram. Pelo que vi nos treinos, vão dar um contributo muito grande na temporada. Tenho de fazer a minha parte, ser rigoroso como sempre fui, principalmente no trabalho que vocês e os adeptos não vêem, que é a preparação, o descanso e dar o meu melhor nos treinos para estar no patamar daqueles que chegaram.
Em relação à 16.ª época, conto com o apoio de todos os adeptos, porque eles ajudaram-me a crescer. Desde que cheguei, o adepto do Benfica ajudou a construir o que o Luisão é hoje. Estava comigo desde a primeira (época) e, com certeza, vai estar também comigo neste último ano como atleta profissional do Benfica
Renovei mais um ano, a minha função é como jogador de futebol. O Benfica promove sempre a garotada da formação, porque está a fazer um trabalho excecional. A minha função é como jogador e também ensinar aquilo que aprendi e o que o Benfica e a seleção brasileira me ensinaram. Também terei de preparar-me para estar à altura deles. Há coisas que ao longo da carreira começam a faltar, mas acrescentamos valor noutras situações.
Hoje, quando se fala de Luisão e Benfica não dá para desligar uma coisa da outra. Como jogador profissional é a minha última época, fica o pedido de carinho aos adeptos, que lotem os estádios para que eu possa desfrutar deste último ano"
Capitão Luisão

Críticas à parte à sua condição para poder lutar por um lugar na equipa, honestamente não acredito que seja pela influência que tem no balneário que será escolhido, mas sim se considerar o treinador que é o jogador indicado.
Pelo próprio não acredito que seja feita essa pressão. Já nos deu muito o Capitão.
No nosso campeonato, os jogadores não têm a longevidade que conseguem alcançar noutros como o Calcio italiano.
Mas uma coisa é certa, seja lá dentro das 4 linhas ou muito provavelmente no banco, e acima de tudo nos treinos, será seguramente o melhor elemento de toda a estrutura e equipa técnica a orientar a linha defensiva e a dar indicações úteis para que os outros rapazes dêem conta do recado!
Que no final...lá subas ao palco no centro do relvado para "levantar mais uma Taça"!!!

quarta-feira, 11 de julho de 2018

Novo relvado a caminho...

A operação já estava planeada e os trabalhos começaram após o treino aberto no dia em que a equipa partiu para estágio, a 7 de julho, de modo a que o recinto esteja operacional a tempo do arranque oficial da época.

terça-feira, 10 de julho de 2018

Desdobrar atenções

Hoje é dia de desdobrar atenções...natação de uma, cólicas de outra...meia final Mundial de um lado e joga o Benfica do outro!